Socando forte até gozar no cuzinho da safada


Click to Download this video!

624 visualizações

2 min

Categoria:

Tag:

624 visualizações

2 min

Categoria:

Tag:

Socando forte até gozar no cuzinho da safada

Socando forte até gozar no cuzinho da safada

Devia ser quase 8h00 da manhã e o sol já estava forte, Su sem tirar do corpo torceu e fez um nó na barriga com a camisa virando-se para nós, exceto o bico que ainda duro vazia volume, o sol já havia secado a camisa e a transparência havia sumido, mesmo assim alguma coisa atraia nossos olhares para os seios dela, talvez na esperança de ver mais um pouquinho, eu estou acostumado a ver, chupar, morder mas aquela situação era diferente, talvez pela presença do Silvio e pelo olhar atrevido dela como que zombando da gente, embora ela as vezes se auto checava para ver se não estávamos vendo nada e ao ver que nos frustrava olhava para mim com um sorriso maroto do tipo de quem sabe o que estamos querendo ver mas ela não ia deixar.

Eu ainda estava meia confusa e me virei de costa, deixando a minha bunda, completamente nua á sua frente, primeiro ele alisou e apertou a minha bunda, depois ele me abraçou pela costa e começou a beijar o meu pescoço, ele foi colocando a sua mão por baixo da minha e encaixou as duas mãos nos meus seios, ele já estava com o pau duro, encostado na minha bunda e começou a acaricia os meus seios e apertar os meus mamilos, aquilo me deixou excitada e com as pernas bambas, rapidamente eu me virei de frente pra ele e abracei o seu pescoço, sua boca colou se na minha, sua língua invadiu a minha boca e enrolou se na minha, suas mãos envolveram se na minha bunda e começaram a acaricia-las, seus dedos tocavam no meu cuzinho, me deixando cada vez mais excitada e mais confusa. O que me deixou surpresa mesmo, foi quando ela me falou, olha eu tenho certeza que o meu marido ia adorar foder você e comer o seu cuzinho, já que você adora dar o cuzinho pra quem tem pau grande e grosso, você ia gozar mil vezes, porque ele tem uma rola grande e grossa do jeito que você adora, eu já estava toda excitada só de ouvir o seu depoimento, mesmo assim eu olhei pra ela e perguntei isso é um convite, pra eu dar o cuzinho pro seu marido, ela não disse nada, mas me abraçou e caímos na gargalhada, com o seu silencio, eu achei que ela estava realmente me entregando o seu marido de bandeja, com gelo e canudinho.

As suas roupas estão sobre o criado mudo, disse meu marido com a voz safada. E falei – abre essa bunda denovo putinha linda-come minha bunda — mais rapidoooOla amigos, essa é minha primeira postagem no site, tenho varias historias reais que aconteceram comigo durante o tempo em que fui taxista, hoje sou professor de música e não tenho a mesma disponibilidade de tempo que tinha antes, bom quero começar esse conto sobre uma morena casada de 44 anos que conheci pelo Facebook, ela mora numa cidade do interior do estado onde moro, na verdade foi uma dupla traição, ela sendo casada, traiu o marido, e eu, traindo a irmã dela, com quem tenho um relacionamento secreto, pois também é casada, vou chama-la de VAL, pois bem, eu e Val nos conhecemos pelo Facebook, trocamos algumas conversas e logo já eramos íntimos, sempre conversávamos sobre o relacionamento dela, que ia mal, o marido não a satisfazia na cama, em 20 anos de casada, Val poucas vezes chegou ao orgasmo, Val é uma morena de estatura mediana, cabelos negros lisos na altura do bumbum, coxas grossas e torneadas, bumbum tipo XGG, enorme e empinado, uma mulher muito atraente, mesmo com 44 anos de idade, um certo dia ela me disse que estava na capital para resolver uns assuntos particulares, então eu disse que queria ve-la, pois como eramos amigos precisávamos nos conhecer pessoalmente, ela pediu para que eu fosse buscar ela no centro para leva-la em casa, ja que eu era taxista e estava chovendo, prontamente fui buscar ela, e fiquei louco quando a vi, realmente encantadora e muuuuuuuito sexy, estava com um vestido de alça que ia ate os joelhos, percebia-se que estava usando uma calcinha fio dental, pois o vestido marcava bem seu bumbum, quando entrou no carro me deu um abraço e disse que queria ir pra casa, perguntei onde era e ela me passou o endereço, saimos conversando ate que pegamos um pequeno trecho da BR, pois o trajeto exigia, perguntei sobre o casamento, ela disse que estava mal, pois fazia mais de um mes que não tinha relaçoes com o marido, indiscretamente perguntei se estava “a perigo”, ela envergonhadamente respondeu que sim, num ato de impulso coloquei as mãos em suas coxas e comecei a acariciar, senti sua pele arrepiar, perguntei se ela estava com pressa de chegar em casa, ela respondeu que não, então ey entrei no primeiro motel que vi na frente, mal entramos no quarto ela ja estava só de calcinha, fiquei contemplando aquele monumento na minha frente, a coloquei deitada na cama e comecei uma sessão de sexo oral bem demorada, dando uma atenção especial para seu clítoris, ela suspirava e gemia alto, puxava meus cabelos com força pedia mais, ate que gozou, cravou suas unhas nas minhas costas, mas eu não parei, bebi ate a ultima gota do melzinho que escorria de suas pernas, então eu deitei na cama e ela veio por cima, sentou no meu pau, que ja parecia uma barra de ferro, e vi aquela morena deliciosa cavalgar em cima de mim, ela gemia alto, gritava, então ela saiu de cima de mim e ficou de 4, pediu para eu meter com toda a força, atendi prontamente, logo ja estava segurando seus cabelos e socando como ela adorava, senti que ia gozar e ela pediu pra beber meu leitinho, soltei jatos de porra em sua boca, ela dizia que eu tinha feito como nunca ela tinha sentido, depois de uma ducha, ainda ganhei um oral maravilhoso dela, ainda mantemos contato mas nunca mais tivemos a oportunidade de repetir nossa brincadeira, espero que tenham gostado do relato, se tiver alguns comentários relatarei outros contos, garanto que são 100% verdadeiros, gostaria de trocar emails e mensagens de whatts com pessoas de todo o Brasil, fico no aguardo de todos meu whattsapp é 6993189596.