Empregada doméstica fazendo hora extra


Click to Download this video!

535 visualizações

2 min

Categoria:

Tag:

535 visualizações

2 min

Categoria:

Tag:

Empregada doméstica fazendo hora extra

Empregada doméstica fazendo hora extra

Trancou a porta e me mostrou duas garrafas de SHYRAH CHILENO.

Achei aquele papinho amistoso meio esquisito, mas procurei ser o mais simpático possível. Conhece a Elaine Araújo quando eu tinha 15 anos.

Ficamos extenuados, deitados no sofá, fazendo carícias em nossos corpos.

– Ah, é você, Éder? Veio namorar com a Amanda? Hoje ela e eu estamos dando uma de domésticas, arrumando a casa… vai ter de esperar!Éder entrou e deu um beijo no rosto da “cunhada”.

Enfiei de uma vez na buceta. – “Bom, vamos combinar isso direito, hein, Loira… Nada de putaria entre vocês dois no quarto. Ela reclamava durante o dia todo;quando chegava do trabalho nossa empregada me falava que ela tinha chorado muito.

A Eloisa começou a acariciar ela, a chupar os peitinhos dela e depois enfiou a cabeça por baixo dela e começou a lamber a buceta melada de gozo dela. Falei beleza fico calado mas quero minha parte.

Senti seu esperma quente dentro de minhas entranhas.

DISSE QUE POR ENQUANTO SÓ EU ESTAVA POR LÁ E MADÁ DECIDIU LOGO DIVIDIR AS ATIVIDADES INICIAIS. Pensei : É Agora, era tudo conversa e ela vai cair de boca. Experiente e sabendo que eu sentia muita dor, Carlos quis abreviar aquele defloramento.

Dito isso, caminhei para casa,então escutei a voz de Thiago. Éramos muito íntimos, e mais tarde ficamos “íntimos demais”.

Chegando lá, fui recebido com um alegre: “boa tarde Didi? Como vai você”? Vai entrando…Ao entrar pude perceber um sorrisinho descarado e irônico no seu rosto, aquele convite não era um “almoço grátis”, a conta iria sobrar para alguém.

Eu dei num empurrão tão forte que ele caiu sentado no chão.

Mas o que eu estou passando, não posso conversa com ninguém, até porque estou muito confuso, muito mesmo e vi em alguns desabafos aqui que as pessoas até tentam ajudar nos comentários.

Não vou mencionar o bairro que ela mora, ela sempre me pediu descrição, mas chegando lá, fomos ao seu apto e ela me ofereceu uma cerveja ou uísque. Achei até graça ela perguntar isso… então ela o chamou para uma aula “extra e particular”.